Free Shops são lojas encontradas na área internacional de aeroportos, que oferecem produtos importados com isenção ou redução de impostos.

O Uruguai, ainda que possua duty free shops em aeroportos, dispõe de uma variedade de free shops também espalhados pelas cidades da Fronteira com o Brasil.

Esta medida foi tomada pelo governo do país em 1986 somente nas cidades Chuy e Rivera e após alguns anos se espalhou para outras cidades, como Rio Branco, Aceguá e Artigas. Vale lembrar que as lojas vendem exclusivamente para turistas extrangeiros, já que os uruguaios não têm permissão para comprar os produtos.

Os principais artigos encontrados nestas lojas são: bebidas, equipamentos eletrônicos, perfumes de diversas marcas, maquiagem, cremes, shampoos, loções, chocolates, vestuário, brinquedos e também alguns produtos típicos uruguaios. Algumas lojas atendem somente um setor ou outro, mas a grande maioria é formada por um mix de todos eles.

Vale ressaltar que este comércio se difere, e muito, do comércio de fronteira do Paraguai, todas as lojas são fiscalizadas e certificadas. Não se encontram sacoleiros, pois de fato os clientes são turistas, na grande maioria brasileiros.

A importação dos produtos ao Brasil

Após realizar suas compras nestas lojas, os brasileiros obedecem as leis vigentes referente a entrada de bagagens e compras gerais no Brasil.

Duty-Free Shops existem também na zona internacional de portos, em vôos internacionais, em navios de passageiros e balsas com destino internacional.

interior-de-loja-duty-free-shop

Interior de uma das lojas do tipo Free Shop no Uruguai

As lojas oferecem diversos tipos de produtos importados e cobrados em dólares americanos, mas na prática aceitam as 3 moedas: o próprio Real, Pesos Uruguaios e o Dólar. Para o caso de pagamentos com uma moeda diferente do Dólar, os comerciantes respeitam a cotação do dólar do dia no Uruguai, para sua conversão.

Leia Também