Santana do Livramento no RS: Conheça a vizinha de Rivera

parque-internacional

A cidade gaúcha Santana do Livramento faz divisa com Rivera no Uruguai, é uma curiosa integração entre povos dos dois países, ao longo de seus 90 km de extensão de fronteira. Já foi considerada inclusive como símbolo da integração do nossos países com os demais integrantes do Mercosul.

No passado, Livramento já foi uma cidade muito rica, hoje se destaca com atuação de pecuária, cultivo de arroz e soja, mas amarga registros negativos no comércio e desenvolvimento. O que no passado já foi o oposto, hoje registra até grandes índices de evasão da população, tendo perdido mais de 9% dos habitantes em pouco mais de uma década.

O destaque para a região são os Duty Free Shops de Rivera, que comercializam produtos importados por preços muito inferiores, mercadorias estas cobradas em dólar. É uma especie de zona franca uruguaia, em cidades específicas do país vizinho, no intuito de atrair turistas.

O comércio de Santana do Livramento não se desenvolve, principalmente por causa das lojas de importados de Rivera, em compensação a rede hoteleira cresce e comemora a procura por turistas que buscam acomodações em lado brasileiro. Infelizmente este mercado sofre flutuações por causa do câmbio, que quando sofre alta, reduz a procura pela região.

A cidade, que fica a quase 500 km de distância da capital do RS, Porto Alegre, possui turismo rural para os interessados em aventuras em suas belas paisagens campeiras.

Divisa Santana do Livramento e Rivera - Uruguai

Santana do Livramento e Rivera se separam apenas por rua, existe um marco em uma praça construída, chamada de Parque Internacional. Esta região de fronteira é conhecida como Fronteira da Paz, como sinônimo de união entre os povos.

Free Shops em Santana do Livramento

As coisas estão prestes a mudar na cidade. Em uma espécie de reciprocidade, foi aprovado uma lei que autoriza abertura de zona franca em cidades irmãs das zonas francas uruguaias, Livramento pode mudar e muito.

Algumas pessoas dizem que as coisas tendem a piorar e prejudiar o comércio que já existe, outras são mais otimistas. Com as novas regras, a cota de isenção de compras sem pagar impostos no Uruguai será reduzida pela metade, em contra partida, haverá uma cota adicional para comprar em nossos free shops.

Tudo ainda é muito subjetivo, embora já existe uma data para início das mudanças, julho deste ano, mas pouca coisa se sabe de como tudo irá funcionar. O que resta para os habitantes da cidade, é esperar que as coisas caminhem para uma melhoria na situação da cidade.

Que acontece da mesma forma como a mudança completa da vizinha Rivera para melhor. O que antes era uma cidadezinha de interior, se tornou em uma cidade mais moderna, com shopping centers, cinemas e outras comodidades de grandes centros.