Encomendas dos amigos nas suas viagens, como lidar

Compras e produtos

Esse é um assunto delicado. Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que isso não é nenhuma ‘mensagem’ para os meus amigos ou parentes, já que vou viajar em dezembro. Resolvi escrever sobre, porque é um assunto mais comum do que imaginamos. Essa situação é quase uma saia justa, só perde pra pedir fiador ou dinheiro emprestado, mas tem como sair dela de forma bem inteligente.

Aposto que quem estiver lendo, de alguma forma vai se identificar com o tema, as encomendas dos amigos nas suas viagens. 😉

Mesmo que você esteja planejando uma viagem discretamente, não importa se é para dentro do Brasil, uma cidade maior do que a sua, para o exterior, Estados Unidos que tem preços bem mais baratos que aqui, ou ainda para os free shops da fronteira ou lojas do Paraguai. Sempre vai ter algum conhecido, amigo, ou parente que está “precisando” de algo e quer encomendar de você.

Quando se tratar de pessoas que você convive bastante, normalmente não vejo problemas nisso, mas sabe quando se aproximam pessoas que não vemos há algum tempo? Aí que você se sente usado e chega a incomodar.

Óbvio que não custa nada, pra mim a maioria das vezes não, mas algumas vezes pode atrapalhar sim. Só você sabe o quanto tempo levou planejando ou economizando para fazer uma viagem, os gastos que terá, entre outros fatores.

As vezes aquela comprinha inocente que você vai fazer para alguém, pode ficar na sua cabeça e se tornar um peso durante o passeio. Ou ainda pode comprometer cotas de alfândega e pesar na sua mala. Pense nisso antes de ser generoso.

Encomendas dos amigosEu nunca tive coragem de encomendar nada de ninguém, sempre me coloquei do outro lado. É muito melhor se alguém sabe que você precisa de algo (amigo de verdade), e oferece de trazer algo, aí seria um prazer ou recompensa mesmo. MELHOR ainda se for de presente!

A minha sugestão é a seguinte, peça para ser recompensado. O produto não custa tão mais caro onde vocês moram (você e seu amigo ou conhecido)? A viagem também custa para você. Peça um adicional, ou um valor intermediário entre o custo lá e na sua região. Isso não é uma revenda, obviamente isso é proibido, mas um acordo e uma ajuda para a sua viagem.

Desta forma você está ajudando seu amigo ou parente, sendo sincero e você não estraga amizades ou relacionamentos, e ainda ganha um auxílio para aproveitar ainda mais.

Tudo que é bem conversado, dá certo!